Help?   Sitemap   Contact
Items in Cart: 0   View Cart
AT CD/VinylOther CD/VinylClothingBooksDVD/VideoOtherSale
Subscribe to the AT newsletter:
virus464 RATOS DE PORAO
Seculo Sinistro
virus464 (2014) CD - $12.00
Brand New! Brazilian crossover thrash metal / hardcore punk legends Ratos de Porão return with their first full-length in eight years, Século Sinistro ("Sinister Century") on Alternative Tentacles Records! This incredible album sums up everything great about their astonishing 33-year career-yet they still sound like a hungry young band that comes out swinging, delivering a raw and intense musical snarl.

Ratos de Porão's Portuguese lyrics (with English translation in the Alternative Tentacles version) focus on day-to-day life in Brazil, spotlighting political and social issues as only they can. The songs present a positive outlook and hope of a better future, tempered with dark humor.

Fans can expect a clutch of brand new classics off Século Sinistro to be added to the band's regular rotation-tracks like "Viciado Digital," which talks about the modern world's internet addiction and the overexposure of social networks, and "Grande Bosta" ("Total Shit"), which the band likes to describe as their "Cup Song" and captures the negative feelings in Brazil toward the World Cup celebrations. Written over the course of several months and recorded completely in analog in São Paolo at Mob Family Studios, Século Sinistro sounds incredible. Underlying the audio assault of vocalist João Gordo, each instrument makes its presence clearly known, from the intensity of founding member Jão's guitar work and the rolling thunder of bassist Juninho to the non-stop attack of Boka's drumming.

Only a band of this caliber possesses the rare chemistry and technical proficiency to live up to the standard of Brazilian hardcore legends!

Here's the announcement of the record with the Brazilian release date of May 2014:

Here are 2 of the new songs LIVE in June 2014:





"Em meio ao caos e a explosões nucleares, uma multidão levanta seus smartphones para registrar o apocalipse e postar as fotos em redes sociais. Esse é o cenário que se vê na ilustração na capa de "Século Sinistro", 15º álbum de estúdio da banda Ratos de Porão, lançado no último final de semana (31 e 1º) em shows no Sesc Pompeia, em São Paulo.
"O mundo está caminhando para isso. É o século sinistro. Tipo aquele livro '1984' [George Orwell], mas em 2014. Todo o mundo é vigiado, todo o mundo é controlado. Não dá nem para conversar mais", explica o vocalista João Gordo, que escreve as letras da banda e teve a ideia para a capa, uma arte em stêncil feita pelo grafiteiro Ricardo Tatoo.
O tema está presente em outras duas músicas do disco. Em "Viciado Digital", o refrão diz: "Viciado digital /Conectado /Em tempo integral /Intimidade escancarada /Numa rede social /Roupa suja mal lavada /No Facebook é de doer /Tuitando suicídio /No Instagram foto vai ter". E, na faixa-título, Gordo anuncia um futuro sombrio, mas com todos conectados: "A morte iminente /Com fome, sem água, sem casa /Na vala /Com internet ilimitada".
"Casamento tem que ter filho"
Há oito anos sem lançar um álbum --desde "Homem Inimigo do Homem" (2006)--, o grupo paulistano de crossover (estilo que mistura punk rock, hardcore e thrash metal) retorna aos 33 anos de carreira com o aguardado trabalho. "A gente vinha há oito anos patinando, só tocando música velha", diz Gordo, que conta que o disco foi composto em "três ou quatro meses". Ele compara a banda a um casamento e o álbum, a um filho. "Casamento para dar certo tem que ter filho, né?"
Reprodução
As 13 faixas do trabalho, pesadíssimas e tocadas na velocidade característica da banda, não decepcionam. Em relação aos trabalhos anteriores, uma das principais diferenças de "Século Sinistro" talvez seja a forte influência do heavy metal. "O [baterista] Boka e o [baixista] Juninho chegaram com essa influência do disco novo do Corrosion. Essa coisa meio Black Sabbath", conta Gordo, citando o último disco, autointitulado e lançado em 2012, da banda californiana Corrosion of Conformity. "Mas as músicas que eu e o [guitarrista e fundador da banda] Jão fizemos já não têm isso. A gente é resistente, quer tocar rápido."
Outro diferencial é a qualidade sonora. Gravado em formato analógico no estúdio Family Mob, em São Paulo, o disco traz um som limpo, com todos os instrumentos e vocal marcando presença de forma nítida. "Gravar em analógico é um lance que faz parte do Ratos. Até porque cria uma sonoridade única. Eu, particularmente, saí bem contente da gravação", diz o guitarrista Jão. "A gente é uma banda do século passado e gosta de gravar de um jeito analógico. Não consegue se acostumar com esse som digital, metálico de alumínio, que existe hoje", completa Gordo.
PMs x manifestantes
"Século Sinistro" abre com sons de gritos e explosões dos confrontos entre manifestantes e policiais militares na onda de protestos que marcou o mês de junho de 2013. O áudio do episódio é a introdução da música "Conflito Violento". "Borrachada para todos/ Todo mundo apanha igual/ Criança, velho, aleijado/ Jornalista toma um pau", diz um trecho da letra.
"As grandes corporações da mídia manipulam o povo para acreditar que os manifestantes são vilões e a polícia está agindo certo. Como se fosse normal dar porrada, jogar gás lacrimogêneo e bater em professor e velhinho", opina o vocalista. "O quebra-quebra é uma reação à repressão policial."
"Conflito Violento" é uma das várias músicas que, ao longo da carreira da banda, retratam fatos da história recente do país, como "Plano Furado", de 1989, que aborda o Plano Cruzado, e "Suposicollor", de 1993, sobre o ex-presidente Fernando Collor, que havia sofrido impeachment no ano anterior. "Acho que estamos poupando muita gente de pesquisar os jornais do período. É só pegar um disco do Ratos e escutar, que você sabe mais ou menos o que estava acontecendo de ruim na época", ironiza o guitarrista Jão.
Acho que estamos poupando muita gente de pesquisar os jornais do período. É só pegar um disco do Ratos e escutar, que você sabe mais ou menos o que estava acontecendo de ruim na época Jão, guitarrista
Contra a Copa
Outro destaque do álbum é a faixa "Grande Bosta", que, segundo João Gordo, é a "música da Copa" do Ratos de Porão. Além de um riff de guitarra poderoso, a música tem um refrão grudento que diz que o Brasil é, sim, campeão: "Em espancamento de mulher", "endividar o Zé Mané" e "fazer filho e dar no pé".
Gordo comenta o que para ele, provavelmente, será o resultado da Copa disputada no país. "O Brasil vai ser campeão, vocês vão ver. Já está tudo combinado", afirma e completa: "Lutamos contra isso. Eu sempre fui contra a Copa do Mundo. A gente torce contra."
O guitarrista Jão concorda: "Brasileiro é bom de bola, de mostrar a bunda e de roubar. Brasileiro tem o dom de fazer coisa ruim, desviar dinheiro. Só quer samba, churrasco, cerveja, bunda, enganar o patrão"."
- http://www.uol.com.br

"De Braziliaanse crossover/ thrashy hardcorepunk band uit São Paulo doet het al flink wat jaartjes. Eerlijk gezegd heb ik de band altijd links laten liggen. Hoewel ik het live altijd wel cool vond waren bands als deze mij altijd iets te rauw. De band die ook wel eens RxDxPx wordt aangeduid klinkt nog altijd als een woeste as Discharge, DRI, Brutal Truth of oude G.B.H klinkt me heden ten dage desondanks zeker wél goed in de oren. Flink gas erop en flink rammen! Als dat je ding is heb je weinig te vrezen als je dit oppikt.
Wat ik cool vind aan deze release – de eerste in 8 jaar – is dat er door deze oude rotten echt nog bruut gebeukt wordt. Dat je ouder dan 18 bent betekent natuurlijk niet dat je niet vol woede en onvrede kunt zitten. De Portugese teksten zijn vertaald in het Engels en zo kunnen meer mensen meekrijgen dat de band nog altijd zeer politiek geëngageerd is. Niks nieuws onder de zon, maar wel eigenlijk gewoon heel goed voor wat het is."
- Punx.nl

Search:

For:






1. "Conflito Violento" (3:21)
2. "Neocanibalismo" (2:41)
3. "Grande Bosta" (3:15)
4. "Sangue & Bunda" (2:14)
5. "Seculo Sinistro" (1:47)
6. "Jornada Para O Inferno" (3:21)
7. "Prenuncio De Treta" (2:46)
8. "Stress Pos-Traumatico" (3:02)
9. "Viciado Digital" (2:15)
10. "Boiada Pra Bandido" (3:24)
11. "Progreria Of Power" (1:10)
12. "Puta, Viagra E Corrupcao" (2:21)
13. "Pra Fazer Pobre Chorar" (2:24)



See more items by:
Ratos de Porao



Ratos de Porao



HomeAT FAQSitemapContactOrder Info © 2004 Alternative Tentacles